Cemporcento de atenção, cemporcento do tempo

Poema em Post 6 comentários »

Tommy, loiro, alto, bonito e simpático, é daqueles chatos. Tem gente que só de vê-lo em sua direção já vira de costas, finge que esqueceu algo, disfarça e muda de caminho. Eu mesmo digo estar sempre com pressa e atrasado para a reunião. Pena que isso não adianta. Ele te acha, chega babando, cutucando passando a sua frente. Precisa ser notado, precisa ser ouvido, precisa sentir a sua atenção! E eu sempre amoleço, e todos sempre amolecem.

Deve ser porque Tommy é loiro, alto, bonito e simpático. E é daqueles que sempre chegam e chegam a toda hora. Parece estar esperando por você, babando, cutucando e passando a sua frente. Se você muda o passo, tropeça; se o adianta, ele quer saber porque. Mas eu sempre amoleço, e todos sempre amolecem.

Dia desses não teve jeito. Eu estava saindo de casa e lá veio ele com aquela carência de atenção. E cutucou, e se colocou na minha frente. Eu olhei pra ele sincero e, com todas as palavras grite: “PUTA QUE PARIU!! Tu és chato, hein?!”. Ele olhou pra mim, baixou o olhar e disse só uma só: Au. Eu sempre amoleço. Todos sempre amolecem.

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas Seja o primeiro a votar!
Loading ... Loading ...
Designed by NattyWP Wordpress Themes.
Images by desEXign.