Bundelaire.com

Poema em Post 5 comentários »

Beatriz andava sempre rebolando, da direita para a esquerda, da esquerda para a direita. Não sei se andava fazendo pose ou se ela era perneta, mas a danada estava sempre remexendo.

Quebrava o quadril pulando a poça, subindo a escada da igreja, esperando o ônibus em frente ao trabalho. E se ia de saia rodada, ela era o samba que fazia a rapaziada feliz. Ah! Beatriz! Veja o que você fez… Quantos moleques na rua eu já não vi imitando seu balanço, com as mãozinhas na cintura e biquinho de francês.

Você que sempre deixou a porta aberta com seu rabo grande, derrubava a velhinha da banqueta do SUS e colocava o fio dental com o primeiro raio de sol. Só que naquele dia eu fui certeiro, você tem – sim – é bicho carpinteiro.

* já estava com saudades de escrever, e lá vai o jabá de quem me inspirou: meumundonina.blogspot.com

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Votos: 2, média: 3.00 )
Loading ... Loading ...
Designed by NattyWP Wordpress Themes.
Images by desEXign.