Cada um para o seu lado

Poema em Post Add comments

Laudares, coitado, tinha um tique nervoso. Não conseguia andar pra frente… só de lado, ou de costas.

Caminhava pra um lado, pro de trás, proutro lado, pro lado de lá. Não conseguia andar pra frente como gente comum… de jeito nenhum.

Procurou um psicólogo ou aliás, uma psicóloga, Letícia, recém-formada, que buscava firmar sua carreira e atendia ainda sem consultório:
- “Venha”, disse a psicóloga, “Vamos caminhar no parque e conversar”. Laudares ficou fascinado. Letícia era deliciosa.

Então saiu com ela caminhando, como habitual, de lado e cantando. E com os olhos nos olhos passou a hora da consulta inteira. “Fantástico! Atencioso!! Maravilhoso!!! … Ai, que homem diferenciado”, disse (!) Letícia.

Casaram-se, e hoje Laudares anda, protegendo aquela bunda… maravilhosa. ‘Que saco, não dá nem pra dar uma olhadinha sem ele me olhar de lado.




3 Responses to “Cada um para o seu lado”

  1. Carol Atenção:

    adorei o novo BonDeLaire…

  2. Gui Atenção:

    Mto bom, vc já deveria ter escrito o livro sabia???

  3. BonDeLaire Atenção:

    Ah! o tenro limiar entre o livro e o blog… da espessura de uma folha de papel.

Leave a Reply

Designed by NattyWP Wordpress Themes.
Images by desEXign.