Pecados

Poema em Post Add comments

Ricardo, coroinha biogeneticista, ficara podre de rico ao manipular os genes humanos em prol da redução da obesidade. Testara em si próprio com 120 kg a menos de resultado. E, de tanto dinheiro e saúde sobrando, começou a patrocinar festas inacabáveis, regadas a drogas para todos os loucos e prostitutas para todos os fetiches. Hahaha! E com nada mais se importou até a overdose de hoje. No leito de morte mandou chamar seu tutor, Padre Eusébio:
- Padre, eu fui um pecador capital de todas as contra-virtudes e estou morrendo… não tenho mais tempo. Você me vende seu lugar no céu?
Eusébio espantou-se! – Não há preço Ricardinho, pecador! você precisava ter sido um bom cristão sua vida toda!

- Mas então o que faço com esse cheque de 500 mil reais?
- Bom. Neste caso, visto que não estás sendo Avarento pois vejo a quantia, que lugar no céu não é Soberba e sim um sonho comum, que sua Gula foi sanada pela genética – ou ao menos disfarçada, que sua genética fez um bem para nosso rebanho não por Vaidade, mas para terem saúde para irem a missa, que a sua dita Luxúria só havia de fazer os amigos felizes, e, afinal, que estás deitado não por Preguiça, mas por necessidade, peço eu então o perdão pela minha Ira. Aliás, por 600 você consegue vista para a Lua. Interessa?




Leave a Reply

Designed by NattyWP Wordpress Themes.
Images by desEXign.