O homem que tudo queria

Poema em Post Add comments

Tinha tudo o que queria, e queria tudo o que via.
Passava o dia observando o redor. Se alguém tinha uma roupa bonita, ele a queria, se desfilassem uma bolsa da moda, ele comprava.
Mas não via só o que podia comprar… pois passava o dia observando o redor. Se alguém tinha uma nova namorada, ele precisava tê-la, se outro alguém conseguisse uma promoção no trabalho, ele tinha que tê-la também, ou ao menos fazer com que esse outro a perdesse, tanto faz.
Tinha tudo o que queria, e queria mais do que podia. E para isso dizia ter dinheiro, e ele compra tudo, não compra? Ele queria a felicidade do amigo, a beleza do surfista, a inteligência do professor, a destreza do pára-quedista.
Fazia tudo o que queria, e queria tudo o que via, mas não via tudo o que fazia. E por não ver tão assim, confiante, atravessou na contra mão.
“Aqui jaz um homem que só queria ser notado”, mas que, no final, só os vermes choraram quando ele acabou.




One Response to “O homem que tudo queria”

  1. Nina Atenção:

    “fazer tudo o que quer
    querer tudo o que vê
    não ver tudo o que faz”
    força que me remeteu ao vazio.

Leave a Reply

Designed by NattyWP Wordpress Themes.
Images by desEXign.